Chegou a hora de se vacinar contra a gripe

Começa em 17 de abril e vai até o dia 26 de maio a 19ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza. No dia 13 de maio será realizado uma mobilização nacional para a imunização.

Com a proximidade do inverno e a redução das temperaturas, as ocorrências de gripe aumentam e deixam em alerta o público-alvo da vacinação. São eles: crianças de seis meses a menores de cinco, pessoas com 60 anos ou mais, trabalhadores de saúde, povos indígenas, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), população privada de liberdade, funcionários do sistema prisional e pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis.

Só no ano passado, a síndrome respiratória aguda grave (Srag) provocada pelo vírus influenza tirou a vida de 290 pessoas em Minas. Este ano quinze casos já foram confirmados, de acordo com a Secretaria de Estado de Saúde (SES).

Para se vacinar, é necessário comparecer a um Posto de Saúde a partir do início da campanha com o documento de identidade e cartão de vacina. Pessoas acamadas ou com impossibilidade de locomoção podem solicitar a vacinação em casa. Em Belo Horizonte o agendamento pode ser realizado através do telefone (31) 3277-7722. Nas demais cidade do Estado é necessário consultar a secretaria municipal de saúde de cada localidade.

Gripe em idosos

Pessoas com 60 anos ou mais devem ficar atentas. A vacinação neste grupo representa a redução das internações devido às doenças cardíacas, cerebrovasculares, pneumonia ou influenza e do risco de morte relacionados a esses males.

Prevenção

A transmissão dos vírus influenza ocorre pelo contato com secreções das vias respiratórias que são eliminadas pela pessoa contaminada ao falar, tossir ou espirrar. Também ocorre por meio das mãos e objetos contaminados, quando entram em contato com mucosas (boca, olhos, nariz). À população em geral, o Ministério da Saúde orienta a adoção de cuidados simples como formas de prevenção: lavar as mãos várias vezes ao dia, cobrir o nariz e a boca ao tossir e espirrar, evitar tocar o rosto e não compartilhar objetos de uso pessoal, entre outros.

Em caso de síndrome gripal, a recomendação é procurar um serviço de saúde o mais rápido possível. A vacina contra a gripe não é capaz de eliminar a doença ou impedir a circulação do vírus. Por isso as medidas de prevenção são tão importantes, particularmente durante o período de maior circulação viral, que é entre os meses de junho e agosto.

Os sintomas da gripe são: febre, tosse ou dor na garganta, além de outros, como dor de cabeça, dor muscular e nas articulações. Já o agravamento pode ser identificado por falta de ar, febre por mais de três dias, piora de sintomas gastrointestinais, dor muscular intensa e prostração.