Clara Maria: a todo vapor durante a pandemia

Bem-Estar Social de corpo e alma. Foi assim que Clara Maria se dedicou aos 27 anos na Emater-MG. Antes de ingressar na extensão rural, ela trabalhou por 10 anos na educação, experiência que enriqueceu sua atuação com as famílias e amigos de trabalho. “Pela Emater-MG, trabalhei nos municípios de Andrelândia, Lima Duarte e Rio Novo, cidades próximas a Juiz de Fora, onde nasci e resido. Frequentemente, visito os amigos que conquistei nesses locais, assim como as famílias rurais com as quais convivi, criei laços de amizade e apadrinhamento de inúmeros filhos. Tenho muito orgulho em vê-los progredindo na produção orgânica de alimentos, turismo, artesanato, áreas as quais me dediquei intensamente”, conta.

Aposentada desde 2007, Clara cursou uma pós-graduação em Planejamento e Gestão de Educação a Distância, especializando-se em Tutoria e, desde então, atua em home office, mas pretende deixar a atividade após a pandemia. Também se dedica ao artesanato, ao cultivo de uma horta e plantas ornamentais. Mas o que mais alegra o coração da associada é a netinha carioca, Natália. “Ela é o meu bem maior”, se orgulha.