Luiz Gomes Correia: Em paz com a vida

GE DIGITAL CAMERA
Na primeira foto, Luiz com as filhas (Vanessa e Arlene) e a esposa Arlete. Nas fotos seguintes, com a esposa Arlete e curtindo férias em Maceió.
Luiz com as filhas (Vanessa e Arlene) e a esposa Arlete.

O alagoano Luiz Gomes Correia trabalhou pela Emater-MG por 34 anos e comemora as conquistas profissionais desfrutando de uma vida em família após a aposentadoria.  Engenheiro Agrônomo formado na UFLA e Pós-Graduação em Fitotecnia na UFV ele conta que começou os trabalhos na ACAR em 1965. “Iniciei minhas atividades como supervisor local em Ponte Nova. Após fui promovido a coordenador Regional de Horticultura em Divinópolis. Em 1971 fui transferido para a Regional de Sete Lagoas como coordenador Regional de Horticultura e em 1972 fui transferido para o Escritório Central em BH como coordenador Estadual de Olericultura”, descreve.

Integrante de programas como criação de Feiras Livre, Uma horta em seu quintal, Abastecimento de Hortigranjeiros entre outros, Luiz se orgulha da carreira que construiu e fala sobre a importância da empresa. “A Emater foi uma verdadeira escola e que me proporcionou um excelente trabalho integrado com os profissionais do ensino, pesquisa e extensão rural de todos estados do Brasil. Sempre fiz questão de mostrar o trabalho e a importância da Emater para os produtores rurais”, afirma.

Tempo para família

luiz e as esposa, Arlete
luiz e as esposa, Arlete

Atualmente Gomes é viúvo e têm duas filhas e dois netos, pessoas a quem dedica atenção e carinho. Ele também conta que adora viajar. “Fiz muitas viagens, sendo a última no ano passado, em Fortaleza, no Ceará, com as minhas filhas. Neste ano irei à Recife”, afirma.

O extensionista aposentado Salazar de Azevedo fala sobre a amizade com Gomes e da ocasião em que foi socorrido pelo colega durante uma viagem em família. “A nossa amizade se fortificou depois que fui trabalhar na Emater. Nossas atividades se integravam e isso contribui, ainda mais, para fortalecer nosso laço. Fazíamos muitos cursos e viagens. Nossas famílias também são amigas e, por muitas ocasiões, passamos férias juntos na praia de Cabo Frio, no Rio de Janeiro. Certa vez ele precisou me resgatar na estrada quando meu carro estragou. O Luiz esta entre os meus melhores amigos”, afirma.

Outro amigo que tem boas lembranças de Gomes é o também extensionista aposentado Marcos Antônio Fabri. Ele fala com orgulho do colega. “Sempre foi um grande companheiro, procurava ajudar a todos. O Luiz é uma autoridade quando o assunto é Olericultura e sempre se preocupou em representar o nome da Emater da melhor maneira. Sempre nos encontramos na festa de final de ano da AMAER e espero que este ano não seja diferente”, conta.

A Amaer

Luiz afirma que ser associado da Amaer foi a melhor coisa que aconteceu após a aposentadoria. “O trabalho desenvolvido pela associação, principalmente com os convênios de seguros de vida, de veículos, intercâmbio e festa de final de ano são ações importantíssimas para manter o relacionamento com os demais colegas”, afirma.

Luiz Gomes será homenageado no 54º Congresso Brasileiro de Olericultura, em Recife, de 25 a 29 de julho, pelo trabalho realizado como presidente do 31º Congresso da área realizado em Belo Horizonte.  Ele também se orgulha de ter participado de todos os congressos realizados de 1971 a 2002.

Férias em Maceió.
Férias em Maceió.

 

Em atividade: Luiz com o professor da UFLA, Luiz Augusto (de camisa rosa), e estudantes de pós-graduação.
Em atividade: Luiz com o professor da UFLA, Luiz Augusto (de camisa rosa), e estudantes de pós-graduação.