Mudança no recadastramento da Ceres

A Ceres já está adotando novos procedimentos de atualização cadastral dos aposentados e pensionistas. Agora, a Fundação consulta o Sistema Informatizado de Controle de Óbitos – SISOBI, da DATAPREV, que é responsável por colher informações de óbitos diretamente dos cartórios de registro civil de pessoas naturais do Brasil.

Com isso, os assistidos não precisarão mais encaminhar à Fundação o Formulário de Recadastramento na data de aniversário como prova de vida, exceto aqueles que recebem Aposentadoria por Invalidez.

Novo procedimento

Para os aposentados, a consulta ao SISOBI será feita sempre no mês de aniversário. Para os pensionistas a consulta ao sistema será feita a cada três meses. Caso o SISOBI informe o falecimento do aposentado ou do pensionista, a Ceres entrará em contato por meio dos telefones informados no cadastro da Fundação para confirmar a veracidade da informação. Confirmado o óbito, ou caso a Fundação não consiga fazer contato com os familiares, o benefício será suspenso.

ATENÇÃO – O procedimento de recadastramento para os aposentados por invalidez terá mais uma etapa além da consulta ao SISOBI. Eles deverão comprovar à Ceres que continuam recebendo o benefício da Previdência Oficial, enviando para a Fundação o comprovante de recebimento do benefício de invalidez pelo INSS. O envio deverá ser feito uma vez por ano, junto com o Formulário de Recadastramento, na data de aniversário.