No dia do Idoso, Estatuto completa 15 anos

Destacar os direitos e a importância de proteger as pessoas com mais de 60 anos é um dos objetivos do Dia do Idoso, celebrado nesta segunda-feira, 1°, em todo o mundo. A data chama a atenção para a necessidade de reavaliar as atitudes com as pessoas da terceira idade, assim como evidenciar a necessidade de criar políticas públicas em prol delas.

O dia ainda celebra uma conquista fundamental, que representou um grande avanço em relação às vítimas de maus-tratos e abusos: o Estatuto do Idoso. Criado há exatos 15 anos, por meio da Lei Nº 10.741/2003), o estatuto determina que é obrigação da família, da comunidade, da sociedade e do Poder Público assegurar ao idoso, com absoluta prioridade, a efetivação do direito à vida, à saúde, à alimentação, à educação, à cultura, ao esporte, ao lazer, ao trabalho, à cidadania, à liberdade, à dignidade, ao respeito e à convivência familiar e comunitária

O número de idosos no Brasil cresceu 50% em dez anos, alcançando 30 milhões, segundo dados do IBGE. Pensando nessa maior expectativa de vida, a Amaer trabalha para que seus associados aproveitem essa fase da melhor maneira e aproveitem uma série de benefícios e atividades que a associação promove.