Novembro Azul: o melhor cuidado é a prevenção

O mês de novembro é dedicado ao combate e prevenção às doenças masculinas, em especial ao câncer de próstata, segundo tipo de câncer mais comum entre os homens acima de 50 anos. A doença é a causa de morte de 28,6% da população masculina, segundo o Instituto Nacional do Câncer que estima o surgimento de mais de 65 mil novos casos em 2020.

Se descoberta nos estágios iniciais,  a doença tem 90% de chances de cura, porém, por desconhecimento, medo ou vergonha, muitos homens evitam fazer os exames necessários. Especialistas, entretanto, reforçam que as consultas médicas devem continuar sendo feitas, mesmo no período do isolamento social durante a pandemia da Covid-19.

O que é a próstata?

A sua principal função é produzir uma secreção fluida para nutrição e transporte dos espermatozóides, mas ela também controla a passagem da urina.

Quais são os sintomas do câncer de próstata?

Em fase inicial a doença geralmente não apresenta sintomas. Ao apresentá-los, significa uma fase mais avançada. Os mais comuns são vontade de urinar com frequência, disfunção erétil, dores no quadril e nos ossos, dor nos testículos e ao ejacular, formigamento ou dormência nas pernas e pés,  além da presença de sangue na urina ou no sêmen.

Fatores de risco:

  • Histórico familiar de câncer de próstata: pai, irmão e tio;
  • Raça: homens negros sofrem maior incidência deste tipo de câncer;
  • Obesidade;
  • Envelhecimento: com a idade, o corpo perde gradativamente a capacidade de recuperação celular, ou seja, as células também vão envelhecendo.

Prevenção e tratamento:

Exames Periódicos – Mesmo na ausência de sintomas, homens a partir dos 45 anos com fatores de risco, ou 50 anos sem estes fatores, devem procurar um urologista. Os exames  usados para detecção da doença são o toque retal, que permite ao médico avaliar alterações da glândula, como endurecimento e presença de nódulos suspeitos, e o exame de sangue PSA (antígeno prostático específico).

Alimentação e atividade física – Controlar o uso do açúcar e do sal, não fumar e não ingerir bebidas alcoólicas são hábitos preventivos que contribuem para a qualidade de vida do idoso e de sua saúde, pois retardam o processo de envelhecimento celular.

Outros exames poderão ser solicitados se houver suspeita de câncer de próstata, como as biópsias, que retiram fragmentos da próstata para análise, guiadas pelo ultrassom transretal.

A indicação da melhor forma de tratamento vai depender de vários aspectos, como estado de saúde atual e a expectativa de vida.

Por isso, lembre-se: cuidar da saúde também é coisa de homem.