Por Onde Anda: Daniel Lima Barrios

Trinta e três anos de extensão rural. A Acar/Emater como único registro na carteira de trabalho. Esses são apenas alguns detalhes da grande trajetória de Daniel Lima Barrios. Natural de Nepomuceno, o engenheiro agrônomo, começou a carreira em 1965 e passou pelos municípios de Machado, Passos, Pouso Alegre, Belo Horizonte e Lavras, onde se aposentou.

Ele relembra um fato marcante no início da carreira. “Tenho uma lembrança de um momento muito gratificante com o trabalho com os Clubes 4-S, quando eu era regional em Passos, junto com a Marilda Simões. Um jovem, Sebastião Pereira, participante do clube, no munícipio Carmo do Rio Claro, venceu o Concurso Internacional de Produtividade do Milho e recebeu das mãos do presidente do Incra um microtrator e uma viagem aos Estados Unidos como prêmio. Também não posso deixar de lembrar o nome dos companheiros Marilda e Moacir Galvão que faziam parte da equipe da Acar em Carmo do Rio Claro.  Foi um trabalho muito rico, que me marcou”, relembra.

Mestre em Administração Rural, Barrios se orgulha de sua contribuição para a extensão rural e da família que construiu ao lado da esposa Maria Helena. Juntos eles têm três filhos (Soraia, Solange e Sansio) e cinco netos (Lara, Natalia, Lorena, Renan e a caçula Helena).